A pedido do MP-GO, justiça condena organização que extorquiu padre

O juiz Ricardo Prata, da 8ª Vara Criminal de Goiânia, condenou Welton Ferreira Nunes Júnior a 16 anos, 4 meses e 20 dias de reclusão e 51 dias-multa; Túlio Cezar Pereira Guimarães a 15 anos e 6 meses de reclusão e 46 dias-multa; Lidina Alves de Bessa a 13 anos, 3 meses e 10 dias de reclusão e 36 dias-multa, a qual torno definitiva; Elivaldo Monteiro de Araújo a 8 anos e 8 meses de reclusão e 20 dias-multa, e Deusmar Gonçalves de Bessa a 9 anos, 9 meses e 10 dias de reclusão e 23 dias-multa. Eles foram denunciados pelo Ministério Público de Goiás pela extorsão ao padre Robson de Oliveira Pereira.

De acordo com a denúncia do MP-GO, os cinco extorquiram mais de R$ 2 milhões de padre Robson, para que não divulgassem imagens e mensagens eletrônicas com informações pessoais, amorosas e profissionais que levassem a prejudicar sua imagem.

Leia mais em O Popular de 15/3/2019. 

Voltar
Associação Goiana do Ministério Público
Rua T-29, esq. com a T-9, Setor Bueno
Cep: 74.215-050, Goiânia - Goiás.
Fone: (0xx62) 3285-6660
SAMP
Fone: (0xx62) 3274-3513
www.sampagmp.org.br