Aylton Vechi toma posse como procurador-geral de Justiça de Goiás

Aylton Vechi toma posse como procurador-geral de Justiça de Goiás

“Devemos trazer o Ministério Público goiano para o seu leito natural: a promoção da Justiça”, afirmou Aylton Flávio Vechi em seu discurso de posse no cargo de procurador-geral de Justiça, perante o Colégio de Procuradores de Justiça de Goiás, conforme previsto em lei, em cerimônia que lotou o auditório do edifício-sede do MP. 

Vechi ressaltou a honra de assumir o cargo, com o compromisso de trabalhar com foco na atuação da atividade-fim da instituição. “Assumo o cargo com o compromisso de honrar o valoroso trabalho dos promotores e procuradores de Justiça que diuturnamente colocam suas vidas a serviço da sociedade, construindo, assim, a grandeza e credibilidade do Ministério Público goiano”, destacou.

Ele acrescentou que ser procurador-geral de Justiça “é representar dignamente aqueles que, com seu trabalho, constroem o Ministério Público”. Conforme ponderou, é necessário direcionar a força da administração para aqueles que fazem o MP, por meio de uma maior presença da instituição no meio social, com a proposta de um novo direcionamento institucional. “A bússola desta casa estará voltada para a atividade-fim, com uma estrutura administrativa mais enxuta, racional e dinâmica”, reiterou.

No âmbito desta proposta, ele apontou que atenção especial será dada às áreas de investigação, inteligência, segurança institucional e controle externo da atividade, convergindo para o reforço do combate à criminalidade organizada e à corrupção. Uma remodelação dos centros de apoio também deverá ser concretizada, para garantir efetivo apoio à atividade-fim.

O procurador-geral destacou ainda a importância do apoio mútuo que deve acontecer na relação entre os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário em prol do cidadão. Falando diretamente aos chefes destes poderes e também dos tribunais de contas, ele reiterou a relevância da cooperação entre os órgãos e instituições que detêm a responsabilidade pela justiça social.

Os agradecimentos também marcaram o discurso de Aylton Vechi, que fez questão de reconhecer a contribuição e o apoio de diversas pessoas, como os servidores, apoiadores, equipe assessora, e, em especial, a família.

Bom êxito 

Antes do discurso, Aylton Vechi passou pelo ritual exigido para a sessão solene de posse do procurador-geral de Justiça: a leitura do decreto de nomeação; o juramento; a leitura do termo de posse pelo secretário do Colégio de Procuradores de Justiça, José Carlos Mendonça. Concluindo o rito, o termo de posse foi assinado pelo procurador-geral, pelo governador Ronaldo Caiado e pelo ex-procurador-geral de Justiça, Benedito Torres, que leu a declaração de posse.

Fazendo sua despedida do comando do MP-GO, Benedito Torres fez questão de agradecer a todos os que estiveram com ele no encerramento deste ciclo à frente da instituição, reforçando estar concluindo esta etapa com a certeza de que buscou construir a cada dia um Ministério Público social, voltado a servir os mais necessitados.

Torres agradeceu especificamente a todos os que contribuíram para o aprimoramento do MP-GO no período em que chefiou a instituição, com ênfase à sua equipe de apoio e todos os integrantes, membros e servidores. Ao fazer uma prestação de contas da gestão, apresentou os destaques da atuação de cada um dos órgãos de apoio à atuação institucional, como os Centros de Apoio Operacional, a Escola Superior, Centro de Inteligência, Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, Centro de Segurança Institucional Gabinete de Planejamento e Gestão Integrada, além das Subprocuradorias e da Coordenação das promotorias. Ao cumprimentar o novo procurador-geral, Benedito Torres desejou que faça uma boa gestão: “o êxito de sua administração será o nosso êxito, o êxito do Ministério Público goiano”.

Defesa institucional 

O presidente da Associação Goiana do Ministério Público (AGMP), José Carlos Nery, que representou a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), parabenizou o novo procurador, assegurando que a entidade seguirá apoiando a atuação dos membros do MP, a qual tem sido constantemente ameaçada. Ele ainda destacou a atuação do governador Ronaldo Caiado em prol das prerrogativas constitucionais do MP brasileiro, reforçando que, em âmbito estadual, haja uma parceria na garantia dos direitos dos cidadãos.

Em seu discurso, o governador Ronaldo Caiado reiterou a importância da atuação do Ministério Público e da coesão entre as duas instituições. “Os poderes são independentes, mas harmônicos. Portanto, a harmonia, a colaboração e a transparência são os ingredientes para o bom êxito de um trabalho colaborativo em defesa do cidadão”, afirmou. 

Mesa de autoridades 

Compuseram também a mesa de autoridades da sessão solene o presidente do Tribunal de Justiça de Goiás, desembargador Walter Carlos Lemes; o prefeito de Goiânia, Iris Rezende Machado; o senador Luiz Carlos do Carmo; o corregedor-geral do MP-GO, Sérgio Abinagem Serano; a ouvidora-geral do MP-GO, Orlandina Brito Pereira; o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Celmar Rech; o presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Joaquim de Castro; o presidente do Tribunal Regional do Trabalho, Daniel Viana; o representante do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Lauro Machado Nogueira; o representante do Ministério Público Federal, Alexandre Tavares dos Santos; a subprocuradora-chefe do MP do Trabalho, Milena Cristina Costa, o arcebispo metropolitano dom Washington Cruz e o vice-presidente da OAB-GO, Thales Jayme.

Marcaram presença ainda procuradores-gerais de Justiça de vários Estados; membros do Conselho Nacional do MP; presidentes de associações de membros do MP; deputados federais e estaduais; secretários de Estado; promotores e procuradores de Justiça de Goiás e de outros Estados; magistrados da Justiça Estadual, Federal e do Trabalho; procuradores da República e do Trabalho; advogados; servidores do MP; familiares e amigos do procurador-geral.

Entrevista coletiva 

Em entrevista coletiva à imprensa antes da solenidade de posse, o procurador-geral de Justiça detalhou algumas das prioridades de sua gestão, destacando que vai se legitimar a cada dia, não somente diante dos colegas, mas também da sociedade. Ele destacou ainda a importância de uma atuação sinérgica entre os poderes e a sociedade civil, afirmando que “isoladamente, o MP não consegue cumprir a missão de promover a Justiça, somente em uma atuação sinérgica possibilitaremos maior aproximação entre o Estado e o cidadão. 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do MP-GO

Voltar
Associação Goiana do Ministério Público
Rua T-29, esq. com a T-9, Setor Bueno
Cep: 74.215-050, Goiânia - Goiás.
Fone: (0xx62) 3285-6660
SAMP
Fone: (0xx62) 3274-3513
www.sampagmp.org.br