27/11/2018

Lauro Machado é homenageado com foto na galeria de ex-procuradores-gerais de Justiça de Goiás

Uma solenidade no início da tarde desta segunda-feira (29/11) marcou a inauguração da fotografia do promotor de Justiça Lauro Machado Nogueira, atualmente conselheiro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), na galeria dos ex-procuradores-gerais de Justiça de Goiás. Lauro Nogueira comandou o Ministério Público de Goiás nos biênios 2013-2015 e 2015-2017. O painel onde o quadro com a fotografia foi inserido está instalado na sala de sessões do Colégio de Procuradores de Justiça, no 2° andar do edifício-sede (sala 201), local onde ocorreu a cerimônia de descerramento da foto.

A primeira saudação de homenagem ao ex-procurador-geral foi feita pelo presidente da Associação Goiana do Ministério Público (AGMP), José Carlos Nery Júnior, que foi coordenador do Centro de Inteligência do MP-GO (CI-MP) nos quatro anos de mandato de Lauro Nogueira. No discurso, ele pontuou a trajetória bem-sucedida do homenageado ao longo dos últimos 25 anos no Ministério Público de Goiás, até chegar ao posto mais alto da administração. Nery ressaltou o papel de liderança sempre assumido por Lauro e seu engajamento nas lutas institucionais, agora levado ao âmbito do CNMP.

Corregedor-geral do MP, Abraão Júnior Miranda Coelho também fez questão de se manifestar na solenidade, expressando a importância de cada membro do Ministério Público brasileiro para a construção de um MP contemporâneo, que responda aos anseios do cidadão brasileiro, o que tem se buscado fazer em Goiás, com “o comprometimento e engajamento das lideranças da instituição”. Na avaliação do corregedor, o homenageado integrou-se a esta missão e teve importância fundamental na história do MP goiano.

No discurso de agradecimento, Lauro Nogueira agradeceu enfaticamente a forma com que foi recebido para a solenidade. Fez questão de ressaltar que a homenagem era extensiva a todos que integraram sua equipe, já que não realizou nada sozinho, mas, sim, com o apoio de muitos. Para o ex-procurador-geral, integrar o mural de retratos significa consolidar aquilo que você fez, porque a galeria representa a força de uma instituição construída ao longo de muitos anos. “O tempo transforma todos deste mural em partes pequenas de uma grande história e é isso que importa”, avaliou. Lauro observou que seu objetivo sempre foi de honrar a confiança que lhe foi depositada, honrar o cargo, e que espera que isso tenha sido alcançado. “Acredito que deixei aqui algumas coisas boas”, ponderou.

A questão do legado também foi mencionada pelo procurador-geral de Justiça, Benedito Torres Neto, ao concluir a solenidade. “Fica aqui nesta galeria a fotografia e fica também a história, o legado”, pontuou. O PGJ recordou que a história de Lauro continua em outras lidas, voltadas para o âmbito nacional, lidas nas quais eles têm convivido muito ultimamente.

Além dos integrantes do Colégio de Procuradores de Justiça, prestigiaram a cerimônia promotores, servidores do MP-GO e familiares do homenageado: sua mulher, Luciana, seu filho e a cunhada, a também promotora Lílian Conceição Mendonça de Araújo. 

(Texto: Ana Cristina Arruda – Fotos: João Sérgio/Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

Voltar