08/11/2018

Senado aprova recomposição inflacionária dos subsídios dos cargos de ministro do STF e de procurador-geral da República

O plenário do Senado Federal aprovou nesta quinta-feira (07) a recomposição inflacionária dos subsídios dos cargos de ministro do Supremo Tribunal Federal e de procurador-geral da República (PLC 27/16 e PLC 28/16). Foram 41 votos a favor e 16 contrários, além de uma abstenção. As duas matérias agora seguem para a sanção da Presidência da República e os reajustes passarão a valer na data da publicação da futura lei.

O reajuste anual dos subsídios é garantia constitucional de magistrados e membros do Ministério Público. Em 12 anos de implementação do subsídio na carreira, somente houve reposição salarial em cinco exercícios, sendo a última em 2015.

O presidente da AGMP, promotor José Carlos Nery, integrou a comitiva da CONAMP que acompanhou a votação no Senado, em Brasília. Integrantes da Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (Frentas) também estavam presentes na sessão. 

“A aprovação foi fruto de um trabalho intenso dos dirigentes classistas junto aos parlamentares e do empenho dos dirigentes institucionais. É mais um passo na luta por um modelo remuneratório digno e transparente para o Poder Judiciário e Ministério Público. Continuamos atentos e na luta pelos nossos direitos e pela qualidade da prestação de nossos serviços”, afirmou o presidente da CONAMP, Victor Hugo Azevedo.


Voltar