Usuários violam lacres em academias de parques em Goiânia

As fitas zebradas que impediam o acesso às academias ao ar livre nos parques de Goiânia foram rompidas em alguns pontos da capital durante o feriado da Sexta-feira Santa. As faixas foram colocadas na última quarta-feira (8). O objetivo foi prevenir a disseminação do novo coronavírus (Covid-19) entre os frequentadores, uma vez que a aglomeração de pessoas nestes locais se manteve mesmo com as restrições de circulação existentes no município.

“Na Praça das Artes, localizada no Jardim Goiás, a chamada popularmente como Praça do Moreirinha, no Setor Coimbra, Praça da T-25, no Setor Bueno, as pessoas acabaram buscando estes locais e, em alguns casos, não respeitaram as faixas colocadas”, exemplifica o presidente da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), Gilberto Marques Neto. No Bosque dos Buritis o mesmo ocorreu.

A decisão tomada pela Prefeitura da capital de fechar as academias ao ar livre nos parques públicos atendeu a uma recomendação feita pela promotora Alice de Almeida Freire, do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO). No total, Goiânia possui 42 parques administrados pela Amma e 17 deles têm equipamentos de ginástica e brinquedos. A maior preocupação é o contato comunitário com os equipamentos.

Leia na íntegra em O POPULAR: https://www.opopular.com.br/noticias/cidades/coronav%C3%ADrus-usu%C3%A1rios-violam-lacres-em-academias-de-parques-em-goi%C3%A2nia-1.2033932

Voltar
Associação Goiana do Ministério Público
Rua T-29, esq. com a T-9, Setor Bueno
Cep: 74.215-050, Goiânia - Goiás.
Fone: (0xx62) 3285-6660
SAMP
Fone: (0xx62) 3274-3513
www.sampagmp.org.br